Por que é bom dormir com chuva?

Você chega em casa e, de repente, desaba o mundo lá fora. A chuva começa e você parece não se importar com ela, fecha as janelas e segue a vida, até que chega a hora de dormir e pronto, a chuva ganhou a sua atenção.

Aquele barulhinho de água caindo no telhado e escorrendo pelas janelas te traz uma sensação gostosa, um relaxamento inesperado, uma calma. “Como é bom!”, você pensa. Sim, é bom demais mesmo. O barulho da chuva é constante e isso nos relaxa, pois ele abafa os sons não tão constantes que estão ao nosso redor, produzindo uma sensação de tranquilidade. Mas vou além… O barulho da chuva nos proporciona também uma sensação de segurança.

A água não para de cair, mas você está ali, abrigada dentro de casa, debaixo de um edredom fofinho nessa noite que é naturalmente um pouco mais fria. Mas o frio mesmo está fora de casa, pois ali debaixo daquele edredom você está rodeada pela segurança inabalável do seu lar… Ou está rodeada pelos braços de seu parceiro, que enxerga naquele momento uma boa oportunidade de estar juntinho, onde um corpo esquenta o outro.

Dormir com o barulho da chuva nos faz dormir mais rápido e ter um sono mais agradável. Não se surpreenda se no dia seguinte você acordar e não quiser sair da cama. A noite foi tão boa que você, provavelmente, vai querer continuar lá na sua cama aconchegante por tempo indeterminado. Mas a vida tem que seguir e, com ela, segue também a nossa torcida por mais noites assim e mais abraços apertados da pessoa que está do nosso lado.

A vida continua

A vida continua, não importa se você opta por seguir em frente e dar uma chance ao desconhecido ou escolhe ficar para trás, agarrado ao passado, pensando no que poderia ter acontecido. Por mais percalços que possam aparecer no caminho, a direção é única, devemos sempre seguir em frente. As opiniões mudam, os desejos também, mas no final o que importa é a vontade e o esforço de fazer dar certo, sem correr o risco de se arrepender depois de uma decisão que você deveria ter tomado, mas não tomou, faltou coragem. Curta as pequenas coisas da vida, pois um dia você pode olhar para trás e perceber que elas eram, na verdade, as grandes coisas. Sejamos todos felizes.

Lançamentos do mês na literatura (maio/2016)

Confiram os lançamentos literários do mês de maio! Eu, particularmente, não estou podendo comprar livro nenhum no momento… Preciso ler os que eu já tenho, minha pilha de livros está enorme!! Rsrs!

Este post será constantemente atualizado ao longo do mês conforme os lançamentos forem surgindo. Para ler a sinopse de cada livro, basta clicar em cima da imagem.

Editora Intrínseca

Editoras DarkSide Books, Suma de Letras e Schoba

Editora Arqueiro

Editora Companhia das Letras

Editora Rocco

Confiram o trailer do filme “Mais Forte Que o Mundo – A História de José Aldo”

Iiiiiiiit’s tiiiiiiiimeee!! Sim, finalmente o filme que conta um pouco da vida do lutador José Aldo vai estrear nos cinemas! Dia 16 de junho de 2016 é a data prevista para a sua estreia.

Com um elenco de peso que conta com a participação de José Loreto (como José Aldo), Cleo Pires (interpretando a mulher de Aldo), Rômulo Arantes Neto, Jackson Antunes, Cláudia Ohana, Paloma Bernardi e Rafinha Bastos, entre outros grandes artistas do cinema nacional, o filme conta a história do lutador, um rapaz de família pobre, marcada pela violência doméstica, que deixa o Amazonas e parte para o Rio de Janeiro em busca de uma chance como atleta. Para vencer os oponentes no octógono, porém, Aldo terá antes que acertar suas contas com o passado e superar velhos traumas.

MFQOM-Cartaz-Final

O filme estava previsto para estrear em janeiro deste ano, mas, devido a derrota do brasileiro para o lutador Conor McGregor e a consequente perda do seu cinturão na categoria Peso Pena, em dezembro de 2015, os produtores da cinebiografia optaram por segurar um pouco mais seu lançamento com receio das bilheterias fracassarem. Eu até entendo esse tipo de pensamento e comportamento, mas confesso que eu, fã do lutador e fã de UFC, não deixaria de assistir um filme por causa de uma derrota. Uma carreia de sucesso não perde o brilho diante de circunstâncias assim, ainda mais no universo do esporte. Se manter no topo não é tão simples quanto parece.

Confiram o trailer e me digam aí nos comentários quais são suas expectativas em relação ao filme.

Resenha: “Depois de você”, de Jojo Moyes

Livro - Depois de você (capa)Editora: Intrínseca
Ano de Lançamento: 2016
Páginas: 320
Nota: 4/5

Depois de Você é a continuação do livro de sucesso Como eu era antes de você, da autora britânica Jojo Moyes. Um livro que acho que só foi escrito por pressão da editora e não por pura vontade da autora.

O livro não é ruim, muito pelo contrário, é um bom livro, mas é um livro desnecessário. Para mim, o desfecho de Como eu era antes de você bastava. Eu realmente não precisava saber o que se passou na vida da Louisa após a leitura daquela carta, em Paris. Deixar minha imaginação fluir, criando teorias mirabolantes sobre o futuro dessa personagem tão querida já era suficiente.

Depois de Você é um livro dedicado exclusivamente à Louisa. Neste livro, Lou ainda não superou a perda de Will. Morando em um flat em Londres, ela trabalha como garçonete em um pub no aeroporto. Certo dia, após beber muito, Lou cai do terraço. O terrível acidente a obriga voltar para a casa de sua família, mas também a permite conhecer Sam Fielding, um paramédico cujo trabalho é lidar com a vida e a morte, a única pessoa que parece ser capaz de compreendê-la.

Ao se recuperar, Lou sabe que precisa dar uma guinada na própria história e acaba entrando para um grupo de terapia de luto. Os membros compartilham sabedoria, risadas, frustrações e biscoitos horrorosos, além de a incentivarem a investir em Sam. Tudo parece começar a se encaixar, quando alguém do passado de Will surge e atrapalha os planos de Lou, levando-a a um futuro totalmente diferente.

Tenho a impressão que a maioria das coisas que acontecem neste livro são forçadas. O texto é bem escrito, claro, afinal foi feito pela Jojo Moyes, mas eu não consegui engolir muitas coisas. Não fiquei contente, por exemplo, com a chegada dessa personagem que fazia parte do passado de Will (não vou revelar maiores detalhes para evitar os spoilers) e, para a minha infelicidade, mais da metade do livro acabou girando em torno dessa história. Tem gosto para tudo, claro, não vou julgar quem curtiu a nova personagem, mas eu confesso que demorei muitos e muitos capítulos para conseguir apreciar os momentos em que ela aparecia no livro.

O mesmo já não posso dizer em relação ao Sam, o paramédico. Dele eu gostei desde o início. Sua presença fazia muito bem à Louisa, ajudando-a a se recuperar e preenchendo o vazio que o Will deixou em sua vida (e nas nossas também). A autora desenvolveu muito bem suas características, fazendo com que ele se tornasse peça fundamental para transmitir aquela pitada de emoção nos leitores.

Quanto à Lou, eu esperava que o Will tivesse realmente conseguido fazê-la sair de sua zona de conforto, eu esperava encontrar uma Lou ativa, cheia de histórias e aventuras para contar… Mas não. A perda do Will devastou sua vida e todo o progresso que eu ansiava encontrar simplesmente não aconteceu. Lou retrocedeu e é justamente aí a parte mais decepcionante do livro.

É compreensível o luto pelo qual ela está passando, mas chegou um momento que até eu, leitora, fiquei com vontade de dar puxão de orelha nela e falar: “Acorda, Lou! Se mexe! Decide alguma coisa! Toma uma atitude! Muda de vida, pelo amor de Deus!!”. Enfim, se vocês esperam encontrar aquela Lou alegre e determinada do livro anterior, sinto desapontá-los. A Lou deste livro é um tanto quanto… diferente.

Se você leu o livro anterior, é claro que eu indico que leia este também, mas não se encham de expectativas… Will faz falta.

Se interessou pelo livro? Compre-o através de um dos links abaixo e ajude o blog! :)

Buscapéhttp://oferta.vc/ruh2
Submarinohttp://oferta.vc/ruha
Americanashttp://oferta.vc/ruhi
Saraivahttp://oferta.vc/ruhh

Lançamentos do mês na literatura (abril/2016)

Fiquem ligados nos lançamentos literários deste mês de abril! Tem muita coisa boa chegando às livrarias. Já estou com meu dedos coçando, louca para adquirir alguns para mim (“Donnie Darko” e “Menina Má”, cof cof)!

Este post será constantemente atualizado ao longo do mês conforme os lançamentos forem surgindo. Para ler a sinopse de cada livro, basta clicar em cima da imagem.

Editora Intrínseca

Editora DarkSide Books

Editora Arqueiro

Editora Suma de Letras

Editora Companhia das Letras

Editora Rocco

 

Resenha: “Como eu era antes de você”, de Jojo Moyes

Livro - Como eu era antes de você (capa)Editora: Intrínseca
Ano de Lançamento: 2013
Páginas: 320
Nota: 5/5

Eu já tinha lido um outro livro da autora Jojo Moyes (para ler minha resenha de Um mais um, clique aqui) e tinha adorado. E foi justamente por ter gostado do estilo de escrita da autora que eu comprei o livro Como eu era antes de você. Há meses o livro estava me aguardando nas prateleiras daqui de casa esperando sua vez de ser lido, mas mês passado, quando saiu o trailer do filme baseado neste livro, eu não resisti e disse: “É agora, vou lê-lo!”.

Sinopse: Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Sua vidinha ainda inclui o trabalho como garçonete num café de sua pequena cidade – um emprego que não paga muito, mas ajuda com as despesas – e o namoro com Patrick, um triatleta que não parece muito interessado nela. Não que ela se importe.

 Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor tem 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de ter sido atropelado por uma moto, o antes ativo e esportivo Will agora desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Sua vida parece sem sentido e dolorosa demais para ser levada adiante. Obstinado, ele planeja com cuidado uma forma de acabar com esse sofrimento. Só não esperava que Lou aparecesse e se empenhasse tanto para convencê-lo do contrário.

 Como eu era antes de você é um livro tocante e emocionante na medida certa, sem ser melodramático. Os protagonistas da história, Louisa Clark e Will Traynor, são cativantes. Louisa, com seu jeitinho moleque, bom humor e persistência, é capaz de fazer qualquer leitor se empolgar junto com suas empolgações. Já o Will é completamente mal-humorado, o que é compreensível, já que, antes do acidente, ele levava uma vida pessoal e profissional bem-sucedida e cheia de aventuras e romances. Ver tudo isso sumir de um dia para o outro não deve ser nada fácil, então sua amargura é justificável, causando no leitor um misto de compaixão e dó.

Louisa foi contratada por 6 meses para tornar a vida do Will mais alegre. No início parecia uma missão impossível, já que Will a tratava com um desprezo de dar pena, dizendo que sua presença ali não era necessária. Sua vontade era abandonar o emprego, mas sabe como é… Ela precisava do dinheiro, então permaneceu naquele “ambiente hostil”, levando um dia após o outro e passando a tratar Will da mesma maneira em que era tratada, com sarcasmo e grosseria.

Mas é aquela coisa… Quando você convive com uma pessoa por tanto tempo, uma hora ou outra você acaba criando laços de amizade. E foi o que aconteceu entre os dois. Will e Louisa começaram a conversar mais e a fazer atividades juntos.

Will, que é um rapaz extremamente culto e inteligente, começou a abrir os horizontes de Louisa e a questioná-la sobre sua vida sem ambições dizendo coisas como “Você só vive uma vez. É sua obrigação aproveitar a vida da melhor forma possível.”. Louisa, por outro lado, procurava fazer a mesma coisa com Will, mostrando-o que, apesar de estar em uma cadeira de rodas, ele ainda pode se divertir e fazer as coisas que tanto gosta. Ele a apresentava um mundo vasto e ela o apresentava um mundo cheio de possibilidades. Foi uma troca.

Louisa tem um namorado, Patrick, que na verdade só se importa com seus treinamentos físicos e suas competições de maratona. Ela sabe que não gosta dele tanto quanto deveria e, conforme os meses vão passando, percebe que seus sentimentos por Will vão além de uma simples amizade. Com Will, ela passa a sentir coisas que já não sente mais quando está com Patrick. Will também passa a nutrir um sentimento especial por Lou, mas, ciente de sua condição física, reprime seus sentimentos e enche os diálogos do livro com frases como “Não quero que perca tudo que outra pessoa poderia lhe dar.”, o que faz nossos corações partirem em pedaços.

O amor entre Louisa e Will surge de uma maneira lenta e sutil ao longo da história, mas quando surge… Meu Deus! É arrebatador. Não tenho nem palavras para expressar o quanto é lindo o sentimento que nasceu entre os dois. Mas você acha que a história acaba por aqui? Nada disso. Esse não é um livro de final feliz.

A autora Jojo Moyes mergulha em um universo que acredito que a maioria de nós não vivencia no dia a dia. Ela nos expõe quais são as dificuldades enfrentadas por pessoas com deficiência, seja nos aspectos físicos, psicológicos ou de acessibilidade. Problemas de saúde que surgem, dificuldade de alimentação, o distanciamento dos amigos e dos familiares, a discriminação da sociedade, a dificuldade de locomoção na cidade, enfim, coisas que não devem ser nada fáceis de encarar. Não é de se admirar que Will se sinta desmotivado em sair de casa. No lugar dele, acho que me sentiria igual.

Como eu era antes de você não nos traz uma história feliz, mas é um livro que mexe com o nosso coração de tal forma que é impossível não se emocionar com a leitura. Eu acreditei até o fim em uma reviravolta mirabolante e não aguentei segurar as lágrimas nas últimas páginas do livro. Entrei em uma ressaca literária que até agora não foi superada.

Se você se encontra naquele estado de espírito em que deseja dar uma chacoalhada no seu modo de encarar a vida, eu definitivamente te indico esse livro. Como eu era antes de você é uma história sobre como o amor é capaz de florescer nas situações mais improváveis.

No dia 16 de junho de 2016, Como eu era antes de você vai estrear nos cinemas. Emilia Clarke e Sam Claflin são os protagonistas dessa linda história! Confiram logo abaixo o trailer do filme:

Se interessou pelo livro? Compre-o através de um dos links abaixo e ajude o blog! :)

Buscapéhttp://oferta.vc/qW8m
Submarinohttp://oferta.vc/qW8q
Americanashttp://oferta.vc/qW9l
Saraivahttp://oferta.vc/qW8y

Blog Oficial